Um cognato do sânscrito dharma em céltico?

Numa situação em que, pela enésima vez me deparava com o termo sânscrito dharma, me ocorreu a curiosidade etimológica de sua raiz e com ela veio algo mais. Será que haveria algum termo cognato em céltico? Bem, o que se segue é um relato brevíssimo do que encontrei.

dharmawheel-5b5c5f8846e0fb005054faf8

O termo sânscrito, segundo Pokorny, remota a raiz PIE (IEW, p. 252-255) *dʰer-2/dʰerə- “suportar, carregar”. É uma raiz um tanto quanto fecunda, com vários desdobramentos, mas de longe nos interessa os que tenham certo cariz religioso ou filosófico, digamos. Na língua helênica um termo cognato se sobressaí, o verbo θρησκεύω “observar uma norma religiosa ou ritual”, de onde θρησκεία “observância religiosa, rito, culto”. O próprio Pokorny ainda aponta para um mais obscuro θόρναξ “observar um costume sagrado”. No germânico o termo parece der dado origem a certa concepção de “oculto”, como no antigo saxão derni “oculto, escondido” e no antigo germânico tarni “algo que jaz escondido, segredo”. A raiz possui descendentes nas línguas bálticas, eslavas e mesmo parece ter no hitita. No entanto, focaremos na língua latina antes de adentrar o céltico. No latim, o cognato mais próximo do sânscrito dharma é o adjetivo firmus (de onde o substantivo firmitas). Sim, origem do nosso “firme”. Firmus é não somente “firme”, “sólido”, mas também “consciente”. E mesmo o verbo firmo, “firmar”, é pois, também, “animar, afirmar, provar”. A ligação destas concepções com a própria noção da Ṛta, da ordem cósmica e divina, a Lei Natural, digamos, para nós estampada na “Árvore do Mundo”, pode reforçar a noção de “afirmação” e fortalecimento desta mesma ordem sacra.

Mas e no céltico? Pokorny nos aponta duas atestações no galês, a primeira que aparenta ser em galês antigo emdrit, “ordenadamente” e a segunda, dryd “frugal, comedido”. Esta última palavra, um adjetivo, pode ser recuada ao Proto-Céltico (PrC) *drito- “frugal, sóbrio, comedido” e parece ser derivada por um particípio passado, que por sua vez, nos levaria a cogitar uma forma verbal. Já o primeiro termo, é mais obscuro, pois do galês antigo, emdrit nos daria uma espécia de composto em PrC **omo-drito- de um sentido obscuro, pois *omo- é “cru”, e o esperado seria algo como “frugalidade simples, crua”. Infelizmente não achamos este termo (ou próximo) no dicionário de galês antigo que dispomos (FALILEYEV, Alexander. Etymological glossary of Old Welsh). Mas o grande ponto é justamente a formação do substantivo (ou nome verbal) do adjetivo *drito-, que teria o significado “comedimento, frugalidade”; como (re)construiríamos?

No irlandês não aparece haver muita coisa. Dando uma pesquisada no eDIL identificamos um adjetivo promissor druit cujo sentido parece bem próximo do latino firmus, “confiável, digno, firme”. Este adjetivo parece – “parece” – estar conectado ao verbo do velho irlandês druitid cujo campo semântico abrange tanto “fechar, calar” quanto “mover-se em direção a, aproximar-se” e “pressionar”, “abandonar” ou mesmo “concluir”. O nome verbal é drut, e recuar tudo isso ao PrC até que parece tranquilo no caso do adjetivo, **dritu- (batendo com a forma atestada em galês) ou **druti-, com a forma verbal **dru-ī- (?) e o substantivo algo como **drutu-. Mas no verbo irlandês não se faz presente muita coisa, inclusive com um sentido significativamente diferente do adjetivo druit e talvez se trate de étimos distintos, afinal não parecem bater.

Se partirmos de uma construção análoga ao sânscrito e ao latim, ou seja do PIE *dʰer-m-, esperaríamos algo como **dirmo-/dermo-, talvez com um sentido aproximado de “ordenação, equilíbrio, comedimento”. Naturalmente que tal sentido explicaria o já referido adjetivo *drito- (confirmando-se sua derivação participial passiva, o que nos levaria a formular uma forma verbal **dir-o-/der-o- ou mesmo **dur-o-). Interessante que a lista de PrC da Universidade de Gales lista uma formulação dúbia *der- (*dren-s-/daro-) que traduz como sound (e aqui, para nós latinos, fica a dúvida sobre que “sound” é esse, se adjetivo, “são” ou se como substantivo “som”), que mesmo na sua dubiedade, traz algo da semântica da “harmonia” ou “ordenação”.

Bem, não vou sugerir que fechemos um termo hipotético que seja o equivalente em PrC para o consagrado e amplo conceito hindu de dharma. Não se trata de achar um cognato “perfeito” que nos permita fazer a tradução “perfeita”, nada disto. Mas antes apenas registrar como certas noções podem estar “ligadas”, dada a familiaridade e origem comum das línguas Indo-Europeias. Além, claro, de apontar para certos “enigmas”. Vejam só, por exemplo, o termo já referido cá ṛta, que remontaria ao PIE *h2rto-, em PrC esperaríamos *arto-, e o termo até existe, só que Matasović (EDP, p. 43) o traduz como “pedra”, a partir de uma tradução obscura do irlandês… Como poderíamos chegar neste sentido? Bem, o termo PIE designa “o que é próprio, ordenado, direito, verdadeiro”, para “pedra”, talvez o esperado em PrC fosse que *arto- designasse “o que é sólido, duro, firme” (vendo a verdade associada a tal firmeza e não-fluidez ou a “moleza”), daí para “o que é duro como pedra”, e então para “pedra” já no irlandês antigo propriamente… Mas é só especulação, apenas trazemos como um exemplo de certos “enigmas” oriundos do estudo de certas raízes, da busca por suas respectivas “genealogias”, digamos.

Para os que como nós, buscam compreender melhor certas noções e conceitos de importância religiosa, é interessante constatar que nas línguas célticas a raiz presente no sânscrito dharma apresente associações com uma das quatro virtudes clássicas (que ao menos no Platonismo é associada a terceira função, ao estamento “produtivo”), a da frugalidade, do comedimento, da temperança. Daí certa noção de equilíbrio, do não-excesso, de “ordem”, harmonia. E não é de espantar que isto se reflita, mesmo que por outros termos, numa exposição como a presente no Audacht Morainn irlandês, como já citado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close